detox

Sabe aquela faxina que de vez em quando a gente faz em casa? A gente joga um monte de lixo fora e depois dá aquela sensação de limpeza e bem estar? Pois é, a detox é mais ou menos isso… só que a faxina é no seu corpo.

Ao longo da vida, estamos expostos a vários tipos de toxinas que nos perseguem em todos os lugares, está no ar, na comida, na bebida, e até em  alguns produtos que passamos na pele… Estas toxinas não são reconhecidas pelo corpo e, por isso, o corpo não sabe e nem consegue metabolizá-las. É aí que o lixo se acumula! E as toxinas podem estar nas coisas aparentemente mais inofensivas: no leite e no pão de todo dia, no corante do “suco natural de caixinha”, adoçantes dietéticos, na carne, e até naquilo que deveria ser saudável, como frutas e verduras, mas que são tratadas com agrotóxicos… E mais: pode estar no seu desodorante, no creme anti-rugas, no perfume… É muita toxina minha gente, e o corpo não sabe o que fazer com ela!

A dieta detox, a curto prazo, faz uma reprogramação do organismo, com a eliminação de toxinas e a estimulação dos órgãos e sistemas, toda esta revolução no funcionamento do organismo, traz uma série de benefícios, e faz, inclusive, com que a pessoa emagreça.

alem de …

  • Reduzir e até eliminar as dores de cabeça e enxaquecas causadas por hipersensibilidade e excesso de toxinas;
  • Dar mais energia e bem-estar ao acordar e no final da tarde;
  • Prossibilitar um sono mais tranquilo e de qualidade;
  • Reduzir de celulite e acne;
  • Melhorar na alimentação como um todo.
  • E uma nova disposição para seguir um estilo de vida mais saudável.

 

O ideal, é que todo tipo de dieta seja acompanhada por um nutricionista.

A dieta que serve para uma pessoa, não vai servir para a outra.  Por isso, esqueça as fórmulas de dietas milagrosas e as dietas das celebridades.Cada um tem o seu cada um. Por isso, a dieta detox deve ser personalizada. É preciso saber se a pessoa tem algum tipo de restrição alimentar, doença crônica, etc. Enfim é preciso saber o histórico de saúde, hábitos de vida e alimentação.

Mas o mais difícil, é convencer as pessoas a abrir o coração e a boca para aqueles alimentos que muitos insistem em não gostar, ou dizer não para outros que insistem gostar demais… como a canequinha de leite de manhã, o café cheio de açúçar, etc. E tem também o desafio de provar que comida saudável, feita com alimentos integrais e orgânicos, sem açúcar, glúten e lácteos pode sim ser saborosa!

Se você pensa em fazer uma dieta detox, o melhor é buscar orientação profissional e aproveitar para fazer uma reeducação alimentar, seja com o objetivo específico de emagrecer ou para melhorar a qualidade de vida de uma maneira global.

 

#CozinhaDaRafinha

Bjs!!

Rafa

 @CozinhaRafinha – Nos siga no Twitter: além das receitas, dicas e truques da nossa cozinha

Anúncios