lancheEscolaMontar a lancheira escolar diariamente pode virar um drama mexicano: o tempo é curto, as opções mais práticas nem sempre são as mais saudáveis, o filho não quer comer de tudo e muito menos a mesma coisa todos os dias.

A complexidade está em unir praticidade com qualidade e é difícil a criança aceitar o que se escolheu. Muitas vezes o prático não é o mais saudável, mas são o que as crianças mais adoram.  Mas tudo tem um jeitinho.

Existe um meio termo? se existe vamos tentar…

  • Negociar um dia na semana para a criança escolher o que preferir levar de lanche. De preferência no meio da semana para ficar distante do final de semana que já entram alguns abusos na alimentação;
  • Evitar monotonia de opções. Procure variar o máximo possível as opções de lanches e as cores para a criança sentir prazer e desejar comer.
  • Cuidado com lanches que vão queijos, frios, requeijão ou mesmo evitar levar iogurtes ou produtos que necessitam de refrigeração. São alimentos fáceis de estragar e dificilmente as escolas tem um refrigerador para armazenar o lanche
  • Sempre coloque uma fruta na lancheira. Mas deixe com que a criança participe da escolha de qual fruta ela quer levar no dia. Se ela não quiser nenhuma, escolha frutas que não estragam com facilidade e envie junto na lancheira. Se a criança não comer na escola, ela comerá em uma outra oportunidade.
  • Sempre pergunte dos lanchinhos dos colegas. Assim ficará mais fácil identificar quando o seu filho comeu algo do amigo.
  • É necessário levar uma opção de carboidrato que são responsáveis pela energia.
  • Quando for biscoitos ou bolachas não deve colocar na lancheira o pacote inteiro. Sempre separa as porções de 4 a 5 biscoitos para não correr o risco da criança passar da quantidade adequada.
  • Sempre coloque uma garafinha de água na mochila. As crianças esquecem de beber água. Avise a professora para lembrar o seu filho de tomar a água.
  • Os achocolatados possuem muita gordura e açúcar – e muitos na maioria alto indice de sódio tambem.  Evite colocá-los todos os dias na lancheira.
lanche1Para Uma lancheira legal …

Procure sempre o apoio seu pediatra e/ou de uma nutricionista.

E umas dicas…

  • Pães integrais (pode alternar os pães integrais com bisnaguinhas, pão círio, pães de leite e torradas, mas devemos preferir os pães mais saudáveis). Para rechear os pães devemos preferir queijo branco, manteiga, requeijão e peito de peru ou presunto magro, observando sempre a data de validade pois são muito perecíveis;
  • Bolos simples caseiros;
  • Sucos naturais
  • Conservação dos sucos: as vitaminas da frutas, em especial a vitamina C, sofre oxidação em contato com o oxigênio e vai perdendo sua eficiência. A perda ocorre aproximadamente após 4 horas de exposição (suco pronto). Mesmo com essa perda podemos utilizar outras frutas na lancheira e em forma de suco como por exemplo suco de acerola, abacaxi, maracujá e melão, pois estas sofrem menos o efeito da oxidação;
  • Água de coco;
  • Achocolatado;
  • Iogurtes naturais ou danoninho (só não devem ficar muito tempo sem consumir, então o ideal é consumir o quanto antes);
  • Biscoitos de preferência sem recheio, como por exemplo bolachas água e sal com geléia (sem adição de açúcar é melhor);
  • Bolacha maisena com requeijão;
  • Frutas cortadas em cubos pequenos (não são todas as frutas que ficam boas quando descascadas. A maioria delas perde vitaminas e ficam escuras. O kiwi, não. Apesar de perder um pouco de vitamina C até a hora do intervalo, ele tem fibras e outros nutrientes). Uma boa dica de frutas são as que não escurecem como mamão, melancia, melão, morango. Outra boa pedida também são as saladas de frutas.
  • Uma boa opção são as cenouras aperitivo (especiais para lanche);
  • Polenguinhos;

Beijos!!!

E não esqueça de comentar aqui no site, ou em nosso facebook.  O livro SOCORRO! MEU FILHO COME MAL“ da Gabriela Kapim, espera por vc !

O sorteio será dia 01 de dezembro de 2015 – 11h.

 

 

Anúncios