• Calcular o quanto cada convidado vai comer pode ajudar a evitar desperdícios

    Sim, o fim do ano chegou – e, com ele, a preocupação de como preparar as refeições das festas.  Desperdiçar comida é tão sem sentido que vale a pena se programar e calcular exatamente o que cada pessoa vai comer e beber durante a ceia e o almoço de Natal e Ano-Novo. Com um pouco de planejamento, dá para ter uma mesa farta sem acabar com sobras na geladeira (ou, pior, na lata do lixo).

Com a ajuda de Zenir Dalla Costa, coordenadora de Gastronomia do Centro Universitário Senac-SP, damos dicas para você não gastar mais do que queria e fazer bonito no dia.

Ceia x almoço

Teoricamente, você poderia cozinhar menos para a ceia, porque as pessoas costumam comer menos à noite. Mas como é fim de ano, ninguém se preocupa muito com a dieta. Por isso, tanto para a ceia quanto para o almoço do dia 25, você pode calcular o mesmo peso de comida por pessoa.
Divulgação
Divulgação

O que servir?

“Normalmente, nas ceias ou almoços de Natal e Ano-Novo são servidas muitas frutas e entradas. Isso altera a quantidade dos itens principais”, explica Zenir. Por isso, vale considerar por pessoa 100 gramas de saladas (uma de folhas e um salpicão ou salada de batatas), 120 gramas de arroz, 120 gramas de legumes ou massa, 180 gramas de carne (uma ave e uma bovina ou suína), 150 gramas de dois tipos de sobremesa e 100 gramas de frutas variadas.
Getty Images
Getty Images

E para beber?

Para as bebidas, é bom considerar que, além das bebidas alcoólicas, as pessoas também precisam beber água, refrigerante ou sucos. No caso, 400 mililitros por pessoa é suficiente. Já para as bebidas com álcool, considere 200 mililitros de vinhos e 120 mililitros de espumantes por pessoa.
Getty Images
Getty Images

Os convidados podem trazer pratos?

Se você não quiser ficar responsável por toda a ceia, você pode, claro, pedir que convidados tragam diferentes pratos. Mas lembre-se que as chances de desperdícios são maiores. A dica é pedir para que apenas alguns dos convidados preparem algo, além de deixar claro o quanto de comida devem levar.
Divulgação
Divulgação

E se sobrar comida?

Todo mundo já comeu o peru da ceia no almoço de Natal. O importante é ter a consciência de que se sobrou comida, não é necessário fazer algo novo. Você pode reaproveitar e deixar para servir pratos novos apenas do que não teve sobras.
Fonte: Site UOl 
Bjs!
Rafinha
Anúncios